Categoria: YouTube

31/10/19

Mais um ano de Prêmio Multishow em que IZA esteve participando. Ano passado IZA performou Dona de Mim e Ginga ao lado no Rincon Sapiência no palco da premiação e foi a performance mais comentada da noite. Neste ano IZA subiu ao lado da Ivete Sangalo para performarem juntas Brisa e Mamãe Gosta Assim (da própria Ivete).

Antes da premiação começar este ano, vale mostrar o look incrível que a IZA esteve usando no tapete da cerimônia. Beyoncé está orgulhosa da pegada formation trevosa adotada pela fada, num tá?

Durante a premiação, IZA não levou a melhor em nenhuma das duas categorias em que estava concorrendo. Em Melhor Cantora ela perdeu o prêmio para Ludmilla, que subiu ao palco e fez um discurso emocionante. E na categoria Música do Ano (em que concorria com Dona de Mim), IZA perder para Atrasadinha, parceria do Felipe Araújo com o Ferrugem.

Sobre as performances da noite, IZA deixou sua marca na premiação ao lado de Veveta e ainda foi mencionada em entrevista pela Gloria Groove no tapete da premiação, veja abaixo:

Assista a performance completa de IZA com Ivete Sangalo no palco da premiação:

20/09/19

Depois de virarem as cadeiras dos técnicos nas Audições às Cegas, duelarem nas Batalhas e vencerem as Rodadas de Fogo, os participantes do “The Voice Brasil” enfrentaram na noite de ontem (19) um novo desafio: os Shows Ao Vivo. Nesta fase, um participante é salvo pelo público através de votação, outro é escolhido pelo técnico e o terceiro é eliminado!

Look da imperatriz para a estreia dos “Shows Ao Vivo”

O Time IZA estreou nos Shows Ao Vivo com apresentações de Ana Ruth, Edyelle Brandão e Mari Bodas.

Quer saber quem continua no time pesadão? Assista ao programa completo:

28/09/18

Desde o início de sua carreira IZA tem deixado claro que ser uma artista pra ela não é apenas ser admirada por milhões de pessoas e pagar suas contas no fim do mês trabalhando com música, tudo seria em vão se ela não usasse a sua voz e seu lugar de destaque para passar alguma mensagem importante e de cunho social. Foi assim com Pesadão, foi assim com Ginga, e não foi diferente com o seu novo single, Dona de Mim.

Capa do single fotografada pelo Rodolfo Magalhães.

Dona de Mim é uma música feita pra quem já chorou mares e rios nessa vida, mas que, de alguma forma, encontrou a força necessária para não se afogar! A música fala sobre encontrar o seu caminho, sobre encontrar a felicidade dentro das dificuldades, sobre ser donx de quem você é, sem deixar com que o mundo possa te derrubar.

Todo o conceito da música também perpassa o debut álbum da IZA, cujo nome é o mesmo do single. Por ser uma mulher negra, IZA tem se tornado cada vez mais um símbolo de representatividade por preencher um local de fala que lhe cabe. Poderosa e inteligente, ela fez questão de trazer também sua mensagem para o videoclipe.

O clipe de Dona de Mim é dirigido pelo Felipe Sassi (mesmo diretor de Pesadão e Ginga), e também tem um roteiro montado por ele e pela própria IZA. A direção criativa do clipe também conta com Bianca Jahara e Thayna Laduano. A Bianca, caso alguém não saiba, veste a IZA desde o início da carreira e é responsável por quase todos os looks que IZA veste hoje em dia.

Look usado por IZA no show feito no YouTube Brandcast, com styling da Bianca Jahara. Foto: Gabryel Sampaio.

No clipe, IZA não é de fato uma personagem nas histórias apresentadas, ela aparece em cada cena pra dar visibilidade àquela história, que traz personagens femininas em situações cotidianas, mulheres fortes que passam por situações reais. Dona de Mim conta a vivência de 3 mulheres, para que, desta forma, possa comunicar o que IZA tem em mente junto com sua equipe.

O clipe inicia com IZA na cozinha de uma casa, nesta cena, o clipe mostra a história de uma mãe solteira que precisa batalhar sozinha para cuidar dos filhos, o que mostra uma crítica sobre a ausência do pai, que muitas vezes sabe da gravidez e abandona o lar.

Reprodução: YouTube.

Numa segunda cena, IZA aparece numa escola vestida com um look de composição militar, nesta cena, IZA mostra a história da segunda personagem, uma professora (negra, é bom salientar), que tem sua aula interrompida por conta de um tiroteio. Pra quem não sabe, IZA nasceu em Olaria, um bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro, e desde cedo conviveu com a violência de perto. Sua mãe, Isabel, é professora, e já ficou trancada dentro da escola por causa de tiroteio também. No clipe IZA utiliza uma personagem pra contar uma história da sua vida particular, mas sem deixar (nem por um segundo) de ter um cunho imensamente social.

Reprodução: YouTube.

Nesta cena, o look da IZA representa a sua própria militância. É um look militar, mas podemos observar corações espalhados pelo uniforme, trazendo a militância de forma pacificadora, conferindo amor e proteção. Neste contexto IZA significa a proteção, que olha pelas mulheres, sobretudo pelas mulheres negras. No final da cena, IZA abraça os alunos e a professora de maneira bastante representativa.

Corações espalhados pela roupa da IZA. Reprodução: YouTube.

Momento em que IZA abraça os personagens da história simbolizando proteção. Reprodução: YouTube.

Ainda nesta cena, vale observar também as anotações feitas pela professora no quadro negro, dados presentes como “53% da população brasileira é negra”, ou ainda anotações sobre o Quilombo dos Palmares (símbolo da resistência do povo negro). Do lado direito da lousa, questionamentos como “Você acredita que o Brasil é um país racista?”, além de outros termos como “navio tumbeiro” (nome dado aos navios de carga para o transporte de escravos, conhecido também como “navio negreiro”) e relatos sobre o tratamento que os escravos tinham em condições DESUMANAS (essa palavra aparece destacada quase no rodapé do quadro). As informações são muitas e dariam um texto enorme só no conteúdo presente nesta lousa.

Reprodução: YouTube.

Numa outra cena, IZA surge num tribunal para contar a história de mais uma personagem, uma advogada (embora não seja o foco da cena, vale salientar com finalidade representativa, que a atriz que interpreta a advogada é uma mulher trans). Na história, a advogada defende uma mulher negra que está sendo julgada por um júri formado por homens brancos, bem como, o próprio juiz (extremamente simbólico). Algemada, a mulher aparece sorrindo para sua advogada como sendo a única pessoa ali naquela sala capaz de ajudá-la, IZA traz nessa cena a sensação de que mulheres precisam ajudar umas as outras, sustentando o pilar da sororidade feminina.

Reprodução: YouTube.

Na última cena, IZA aparece com um coral todo feminino dentro do que parece ser uma igreja. Nesta cena, ela canta com todas as mulheres em uma única voz e acreditamos que essa parte dispense qualquer explicação. União, força e luta: 3 palavras que acompanham a mensagem que IZA vem passando desde o início. A igreja como cenário traz a presença da fé, como diz a letra “…deixo minha fé guiar, sei que um dia chego lá…”, e as personagens citadas anteriormente chegam nesse momento na igreja para assistirem IZA e o coral de mulheres cantando em uníssono. A cena acaba nos tocando muito forte enquanto assistimos, ficou muito lindo.

Reprodução: YouTube.

Ainda na cena da igreja, o look usado por IZA carrega uma peça com vários elementos da letra de Dona de Mim e foi confeccionado apenas para o clipe, confira com mais detalhes abaixo.

Foto: João Incerto.

Intercalando todas as cenas, IZA ainda aparece dançando num corredor com um terno branco, que é o mesmo presente na capa do single, este look foi todo grafitado com a palavra “MULHER” escrita em rosa e espalhada pelo tecido, e no final do clipe, fica nítido que são as mulheres quem IZA quer de fato exaltar, foi pra isso que o clipe de Dona de Mim foi feito.

Reprodução: YouTube.

E você? O que achou do clipe? Existe algum significado que não colocamos aqui que você acha pertinente? Deixa nos comentários que a gente vai adorar ler. O clipe tá na rua, existem ainda diversos outros detalhes que muito provavelmente não conseguimos ainda perceber, mas de modo geral, fica claro o quanto tudo, mais uma vez, foi muito bem pensado e principalmente sobre como IZA não faz música por fazer, o que só aumenta ainda mais o nosso orgulho pela artista que ela tem se mostrado.

Se você caiu de paraquedas neste post e até agora ainda não assistiu o clipe de Dona de Mim, deixamos o vídeo aqui embaixo pra você apreciar essa obra de arte:

27/05/18

Lançado exatamente 1 mês atrás, o primeiro álbum de IZA já obteve diversas conquistas, o desempenho do disco nas rádios, plataformas digitais e até mesmo com a crítica, já tem muito destaque para uma cantora iniciante.

O disco pegou posição #3 no iTunes Brasil e durante o lançamento foi o assunto mais comentado do Twitter aqui no país e ainda o quinto assunto mais comentado da rede social no mundo inteiro.

Nós do IZA Legion estamos acompanhando tudo de perto e separamos para vocês todos os dados que o álbum possui até agora, desde o desempenho nos charts até as execuções e reproduções nas plataformas.

SPOTIFY

No Spotify, algumas faixas obtiveram um certo destaque, as músicas Bateu e Rebola atingiram, respectivamente, um peak de #85 e #171 no chart de música mais ouvidas no Brasil, além dos singles Ginga que pegou peak #37 e Pesadão com #11, sendo o maior hit da carreira até agora.

Além do chart das música mais ouvidas da plataforma, algumas faixas do álbum também entraram na lista de músicas virais brasileiras:

  • #1 Pesadão
  • #4 Ginga
  • #16 Bateu
  • #21 Rebola
  • #42 Saudade Daquilo

Sobre as execuções no Spotify, confira a tracklist do álbum com a quantidade de plays que cada faixa possui atualmente na plataforma:

  • Ginga – 7.818.241
  • Bateu – 901.380
  • Pesadão – 44.360.888
  • Corda Bamba – 298.363
  • Rebola – 521.347
  • Saudade Daquilo – 376.974
  • Engano Seu – 293.225
  • É Noix – 246.097
  • Toda Sua – 225.425
  • Você Não Vive Sem – 207.754
  • Dona de Mim – 383.676
  • Lado B – 203.115
  • No Ponto – 177.823
  • Linha de Frente – 193.583

TOTAL: 56.207.891 milhões de stream apenas no Spotify.

YOUTUBE

No Youtube, as músicas foram upadas uma a uma, respeitando a ordem do álbum e ficaram numa playlist no próprio canal da IZA que você pode conferir clicando AQUI. Confira abaixo o desempenho de cada faixa nesta plataforma (dados coletados às 15h15):

  • Ginga – 17.292.194
  • Bateu – 207.491
  • Pesadão – 137.167.696
  • Corda Bamba – 182.831
  • Rebola – 889.466
  • Saudade Daquilo – 178.722
  • Engano Seu – 101.764
  • É Noix – 84.499
  • Toda Sua – 77.625
  • Você Não Vive Sem – 154.398
  • Dona de Mim – 559.188
  • Lado B – 80.247
  • No Ponto – 82.923
  • Linha de Frente – 123.457

TOTAL: 157.182.501 milhões de streams apenas no YouTube.

Somando as duas plataformas, o álbum já possui mais de 210 milhões de streams. Além disso, Pesadão já recebeu certificação de Disco de Platina Triplo, que foi entregue no programa Conversa Com Bial, por suas mais de 240 mil cópias vendidas (streams + vendas puras), para ler mais sobre isso, clique aqui.

RÁDIOS

Nas rádios brasileiras, os dois singles do álbum, Ginga e Pesadão permanecem no top 5 das faixas mais tocadas na categoria POP/Rock/Reggae, dividindo o ranking com artistas consolidados como Anitta:

Dados: Connect Mix.

Este foi apenas o primeiro mês de desempenho do álbum na rua, tudo ainda está só começando e esperamos que esse números só aumentem cada vez mais, para ouvir o álbum nas plataformas digitais, clique nos links abaixo:

SpotifyYouTube – iTunesDeezerTidal